quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Por aqui não se bebe Pepsi...



... nem Coca-Cola, nem qualquer outro refrigerante. A não ser em ocasiões cada vez mais raras, e em quantidade mesmo muito moderadas.

É uma questão de saúde.

O que acontece no organismo após a ingestão de um refrigerante está descrito aqui .

Quando vejo famílias que consomem em excesso estas zurrapas, e que, permitem às crianças a ingestão de refrigerantes, (são tantos os casos que o fazem com frequência e sem moderação), é-me cada vez mais difícil não opinar, não meter o bedelho. Que são esses hábitos que levam ao cada vez maior número de crianças obesas, falsamente diagnosticadas como hiperactivas, com problemas gravíssimos de dentes e outros problemas de saúde.
Que a saúde começa naquilo que se ingere.
Que amar os filhos também é discipliná-los numa alimentação o mais saudável possível. Que alguns excessos são permitidos, mas só muito de vez em quando.

Depois da polémica campanha da publicitária da Pepsi, abundam os comentários de quem diz que "Pepsi, nunca mais. Agora é Coca-cola a eito".

Gostava mesmo era de ver este episódio aproveitado para se melhorarem hábitos de consumo. Que se trocasse de uma vez por todas os refrigerantes açucarados por sumos naturais, chás, e sim, até um belo copo de vinho português.