sexta-feira, 28 de março de 2014

O nome que daria a um filho





Aposto que, tal como eu, quem não tenha a maternidade como objectivo, pelo menos a curto prazo, (porque nunca se deve dizer nunca!), já deu por si a pensar numa lista imaginária de nomes possíveis com que baptizaria os petizes.


No topo da minha lista está Viriato.


Já vos estou a imaginar desse lado: "Ahhhh, credo! Coitadinha da criança! Porquê?!"


Porque acredito no poder das palavras, na importância dos nomes. Porque no caso de realmente estes influenciarem quem somos, então nem hesito em escolher o nome de uma figura inspiradora - o Viriato da lenda, da História, o líder dos Lusitanos, que foi reconhecido pelos seus inimigos romanos como sendo inspirador, valoroso, "um príncipe".


"Do Latin viri que significa homem, herói, pessoa de coragem, honra e nobreza;"




Se for para dar o corpo ao manifesto, passar pelas dores de parto, que seja para parir um herói, que este país e o mundo bem precisam de mais um a engrossar as fileiras.