quinta-feira, 3 de abril de 2014

cromices #10: Afinal não era uma piada.





Este episódio já tem uns bons anos.


A meio de uma entrevista de emprego, onde a candidata era eu, o assunto "salário" vem finalmente à baila.
A entrevistadora, simpática e jovial, convida-me a adivinhar o valor. Eu não faço ideia e ela decide ajudar-me:


- "Então, para full-time é o salário mínimo, para part-time, é metade".


Disse-o a sorrir.
Eu ri-me. Esperem, rir é eufemismo. Eu gargalhei! Tive um ataque de riso gigante, daqueles que fazem tremer paredes.


Ela riu-se. E por momentos pensei que esta mulher era simplesmente um ás a conduzir entrevistas de emprego. Que a ideia de lançar uma piada sobre o salário para quebrar o gelo era genial!


Durante um par de minutos ri-me a bom rir. Foi tão bom, que quando terminei suspirei uns "ais" e lançava-lhe uns "muito bom! muito bom!", enquanto enxugava a lagrimita no canto do olho.  Sim, chorei a rir, para verem a dimensão da coisa!


No fim, avisa-me que o valor do salário era mesmo aquele.