terça-feira, 15 de julho de 2014

coisas de pensar: a Escola que imagino







Defendo que a Escola necessita de novos currículos, novos métodos. Algo dentro do verdadeiro espírito humanista, de verdadeira integração na vida, em todos os seus aspectos.


Por mim, não haveria miúdo que saísse da escola sem antes aprender a:


- nadar; cultivar os próprios alimentos; preparar uma refeição completa e nutritiva; os básicos da costura como pregar um botão, fazer uma bainha, um remendo; mudar um pneu; prestar os primeiros socorros; meditar; conhecer as plantas e as suas propriedades medicinais; gerir um orçamento familiar; tocar um instrumento musical; argumentar; empatizar; participar; limpar o que sujou.


Imagino uma Escola onde existiriam disciplinas como Voluntariado, levadas tão seriamente quanto a Matemática e o Português. Acredito que faria bem aos miúdos, e ao Mundo.