terça-feira, 15 de julho de 2014

cromices #21





Não sou religiosa, sou espiritual.


Ainda dos tempos em que era uma miúda numa escola de freiras, (excelente em todos os aspectos, grandes memórias).


Aos 10 anos tinha uma secreta teoria sobre as igrejas serem a casa de Deus e o facto destas serem usualmente tão faustosas, com tanta talha dourada e afins.


É que essa escola ficava numa quinta, enorme e de um verde luxuriante. Embora fosse uma miúda certinha, todos os dias, eu e uma colega infrigiamos as regras, e íamos comer o lanche num ponto da quinta que tinha uma vista soberba.


Então convenci-me que, o único facto plausível para as igrejas serem tão ricamente decoradas, era para convencer Deus a ir para casa. E que os adultos não se estavam a sair bem nisso, e que seria muito mais inteligente da parte destes irem encontrar-se com Deus no meio da Natureza.