segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Impossível não sorrir!





No outro dia assisti a uma cena que me desarmou totalmente. Por vezes os miúdos têm umas saídas fantásticas, para as quais não existe imunidade.


Um casal ensinava a jovem filhota a brincar às escondidas.


A miúda cobria os olhos. Devagarinho, a mãe contava até cinco, enquanto o pai procurava um esconderijo.


No fim da contagem a pequena saía-se com um sonoro e empertigado "Quem é?", como se estivesse a atender a porta.


Após algumas tentativas desistiram de lhe explicar que não era assim que se jogava. Foram vencidos pelo riso.