quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Vida de cão #38: O cão suiço



Divago a pensar que, se realmente olhássemos com verdadeira atenção para a radiografia de um cão, não encontraríamos algures um relógio. Se não, qual a explicação para o facto de eles serem tão certinhos com os horários?

Passa pouco das 7h da manhã quando o Kiko dá sinal para ir à rua. Quantas vezes ele dá sinal e segundos depois toca o despertador. Se for antes, ele espreguiça-se, boceja, abre um olho e volta a dormir, provando que sabe bem ainda não ser a hora do costume.

O mesmo acontece com os restantes três passeios diários, com a hora das refeições, com a chegada do adorado paizinho a casa e até com a sesta que dorme após o almoço.

Certinho como um relógio suíço!