segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

vida de cão #47: o cão chamariz.



Nunca observei tantas aves de rapina como desde que temos o Kiko.

Digamos que um cão pequeno é o perfeito companheiro para um observador de aves, especialmente daquelas que, quando nos olham lá de cima, estão-se nas tintas se aquilo é um cão ou um coelho. Aliás, presumo que na sua perspectiva, se se parece com almoço, então é almoço.

Ainda ontem na praia, tivemos a companhia talvez de uma águia ou bútio, (não sou, de forma alguma, entendida em ornitologia!), que voava em círculos bem por cima de nós.