sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Vida de cão: Transformar as rotinas em brincadeiras



Os cães são, em muitos aspectos, tal e qual as crianças humanas. Para um pai ou uma mãe não será novidade nenhuma afirmar que as rotinas se tornam muito mais fáceis, se forem transformadas em brincadeiras, ou pelo menos se convencermos os gaiatos que assim é.

Tenho notado que com o Kiko o mesmo truque se aplica.

Após cada ida à rua há um ritual, indispensável, de higiene. Este nunca é descurado porque lhe é permitido andar à vontade por todas as divisões, em cima do sofá, da cama, etc. Esta também é a sua casa e queremos que ele tenha deste espaço a fruição plena, daí a importância da limpeza.

Embora não escape de uma ida à banheira depois do último passeio, durante o resto do dia e dependendo do estado em que ele chegue a casa basta limpá-lo com uma daquelas toalhitas húmidas para bébé.
A falta de colaboração do Kiko começou-me a maçar, afinal trata-se de uma rotina diária, repetida várias vezes. Até que comecei a engendrar uma forma de tornar aquilo agradável.

A solução foi simples: ele é tão, mas tão guloso, que bastou adicionar comida ao ritual. Coloco uns quantos pedaços de ração no chão, (se for na taça já não tem o mesmo efeito, sabe-se lá porquê), e vou limpando-o. Resulta tão bem que mal me vê com uma toalhita na mão o sacaninha abre um sorriso de orelha a orelha, e até já levanta as patas para serem limpas.