quarta-feira, 16 de março de 2016

coisas de uma virginiana: Kit de sobrevivência para o emprego.



Quer se tenha um cacifo ou simplesmente uma gaveta à disposição, há um número de itens que considero que devemos ter sempre à mão, só para o caso de não sermos apanhados desprevenidos.

Aqui vai a minha lista de itens que devem existir num "Kit de sobrevivência para o emprego":

1 - Lenços de papel.
Nunca mas nunca devemos andar sem lenços de papel. Devemos andar sempre com um pacote e ter mais alguns de reserva. Seja para a função óbvia de nos assoarmos ou qualquer outra, seja para nos precavermos de entrar num wc em que o papel não tenha sido reposto. Ninguém quer passar por um constrangimento desses!

2 - Carregador de telemóvel.
O ideal é ter um carregador extra. Um em casa, um no emprego. A vida contemporânea exige que estejamos sempre contactáveis, por isso ficar sem bateria não é opção. Não é má ideia marcá-lo com o nome do proprietário.

3 - Mini-farmácia.
Até a pessoa mais saudável não está imune a uma dor de cabeça ou a um episódio de azia ou mal-estar intestinal. Não custa nada ter de reserva uma embalagem de, (ou somente alguns), analgésicos, antiácidos e antidiarreicos.

4 - Farmácia feminina.
Para evitar esquecimentos, distracções e surpresas, uma mulher deve estar sempre prevenida com uma embalagem de tampões ou pensos higiénicos, conforme a preferência, e analgésicos para as dores menstruais.

5 - Tira-nódoas.
Entornar café na camisa, saltar uma gota de molho para a gravata, etc, não é nada de outro mundo e está sempre a acontecer. Melhor do que ir para o wc esfregar a nódoa com água e sabão, o que por vezes só piora, é ter à disposição uma embalagem de toalhitas tira-nódoas.

6 - Toalhitas de bebé.
Porque as toalhitas de bebé servem para mil e uma coisas mais do que somente limpar rabiosques de petizes. Seja para dar uma "refrescada" quando não existe melhor forma de o fazer, seja para limpar um sapato sujo. Não desdenhem que as toalhitas são o máximo quando temos que nos desenrascar à la Macgyver, com a vantagem que são tão suaves que não vão estragar nada.

7 - Necessaire de higiene.
Absolutamente indispensável a escova e a pasta de dentes. Existem à disposição imensos kits de viagem que facilitam ter os instrumentos básicos de higiene oral à disposição em qualquer lado, bem armazenados e sem qualquer incómodo. Quanto ao fio dental e elixir bucal, depende do à-vontade de cada um em ser apanhado no wc do "escritório" a gargarejar e afins.
Não esquecer também desodorizante, escova ou pente, itens de maquilhagem para quem usa, e produtos para o duche caso exista tal infraestrutura. Neste caso, é importante acrescentar chinelos para o banho, toalha, muda de roupa e saco para transportar roupa.

8 - Roupa para emergências.
Acidentes acontecem. Ninguém gosta de andar sujo e existe, mais no desempenho de algumas funções, uma maior preocupação com a imagem. Portanto, se não quiserem fazer como o nosso actual Primeiro Ministro que teve o azar de atender um ofício com uma nódoa na gravata, uma camisa limpa e uma gravata, no caso dos senhores, não ocupa muito espaço e salva de embaraços.

9 - Snacks.
Nem todos os locais de trabalho possuem cantinas ou bares. Mesmo nestes, nem sempre estes espaços estão à disposição. Uma saquetas de bolachas ou umas barras de cereais podem ser uma opção para quando aquele "ratito" dá sinal entre as refeições, uma garrafa de água, assim como uns rebuçados ou algo do género só para o caso de acontecer uma queda de tensão.

10 - Artigos de escritório.
E com isto refiro-me especialmente a canetas. Quantas vezes já assisti, em locais onde uma simples caneta é uma ferramenta essencial, a uma azáfama em busca de uma caneta que escreva, ou daquela que estava mesmo ali e agora já não se sabe dela. Se trabalham num local assim, comprem uma embalagem de canetas para vosso uso pessoal. Fechem-nas na vossa gaveta se for necessário e fica a situação resolvida.