quinta-feira, 1 de junho de 2017

coisas do condomínio: As palavras que nunca te direi.


Hoje de manhã quando saí de casa para o passeio matinal do Kiko, o meu nariz foi atacado por um pivete nas escadas. O interesse do cão no chão, maior que o costume, fez-me olhar com mais atenção e reparar num rasto de gotas, que se estendia de um dos andares superiores até à rua. Basicamente o que acontece quando o saco do lixo não veda bem e vai a gotejar.

Estou aqui com uma vontade tão grande de colar um recado na entrada que até me dá bichos carpinteiros e comichão. A parte racional diz-me que não, faz como a Elsa do Frozen: "Let it goooo".

Mas caramba, que vontadinha de deixar algo assim:

"Meus amores,

Sim, é verdade que temos um serviço contratado para a limpeza das áreas comuns, o que nos iliba dessa função e torna a vida mais fácil.
Mas, azares acontecem. Fazem parte da vida quotidiana. Nessas ocasiões, como por exemplo, ao trazermos um saco do lixo que deixa um rasto pelas escadas, não nos caem os parentes na lama se formos buscar uma esfregona para dar um jeitinho.

Obrigada"