terça-feira, 28 de junho de 2016

cromices #130: o bolo de arremesso



Nenhum de nós é grande fã de fruta madura, então decidi no outro dia, que o melhor era aproveitar umas quantas bananas para fazer um bolo, antes que se estragassem. Olhei para uma lata de leite de coco que tinha na despensa e pareceu-me ser uma combinação vencedora.

Já não fazia um bolo há algum tempo, portanto já me sabia destreinada, não fazia ideia era do quanto!

Mesmo assim fui para a cozinha toda confiante, sem qualquer receita nem medidor. Que a olhómetro é que bom!
Afinal, qual a dificuldade, certo?! Primeiro os líquidos, depois os sólidos.

Cheguei a ver uma receita antes, em que as bananas seriam previamente caramelizadas e colocadas inteiras no fundo do tabuleiro, e só depois cobertas com a massa do bolo.

Mas como não queria algo nem muito calórico nem doce, e que fosse rápido de fazer, esmaguei as bananas e siga a marinha.

O resultado foi bom em sabor mas mau em textura. Ficou pouco homogéneo, e a camada inferior do bolo ficou mais densa e não tão bem cozida.

O marido que é um dramático com estas coisas fartou-se de fazer caretas quando o provou. Honestamente não era caso para tanto!

Mas como gosto de encontrar um lado positivo em tudo, agora quando ele me maça o juízo ameaço que vou para a cozinha fazer um bolo. É tipo mostrar alho a um vampiro!