terça-feira, 23 de agosto de 2016

Vida de cão: Jantar fora com o Kiko.



Ontem, pela primeira vez, fomos jantar fora e levámos o Kiko connosco.

Optámos por uma das esplanadas de que somos clientes habituais. Já o levámos para várias esplanadas, mas até ontem, nunca para uma refeição mais morosa. Por ser a primeira experiência optámos por um local calmo, afastado q.b. do bulício das ruas, e por uma refeição leve e rápida de preparar.

O Kiko continua a ser um cão activo, mas nada que se assemelhe à pulga eléctrica que ele foi em pequeno.
Mesmo estando rodeado de pessoas, e sendo interpelado de vez em quando para levar umas festas, portou-se muito bem.
Como é um guloso de primeira, a comida é um estímulo que funciona na perfeição com ele: basta ir-lhe dando um bocadinho de qualquer coisa de vez em quando para ele se aquietar e ficar sentado a olhar para nós.

Estou contente. É uma experiência que podemos repetir. E com o passar do tempo poderemos experimentar locais mais movimentados e demorados.